domingo, 22 de junho de 2008

Crimezinho um pouco menos sujo

Sobre esta notícia já se escreveu que ela não é fiel à verdade porque omite a raça dos assaltantes, que eram todos negros.

Até podem ser (tenho dúvidas, porque eu vivo na Linha e bem vejo os grupos de mânfios, chungosos e gandulos de vária ordem nos comboios; apesar da predominância de negros, também os há - e muitos - brancos) todos negros, mas a minha pergunta é: o que é que isso acrescenta à notícia ou aumenta ao crime?

Será que um crime, se cometido por um branco, é menos mau? Menos grave? É assim uma espécie de crimezinho mais limpito, a modos que... um crime com lixívia? Será? Hum...

2 comentários:

Filipe Melo Sousa disse...

Tal como escrevi na caixa de comentários do meu post: é uma hipocrisia neste caso ignorar o aspecto étnico deste incidente. É que foi precisamente esse sentimento de pertença étnica que despertou a necessidade da agressão aos polícias. Sem tentar perceber o que estava ali em causa, aqueles jovens de etnia africana tomaram partido de forma primária, violenta e irracional. Puro instinto tribal.

Sarah Franco disse...

oi... agradeço o link ao meu blog! não tenho como política alimentar a lógica das linkagens recíprocas, por isso decidi também linkar o reino dos fins mas não como sinal de agradecimento e sim pelo conteúdo que vale a pena ser lido.