quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Einstein tinha razão

Começo, a respeito de uma citação, com outra citação.
Only two things are infinite, the universe and human stupidity, and I'm not sure about the former.
Albert Einstein

É com muita frequência que os libertários de Direita, que parece que têm uma relação inversamente proporcional face aos anarquistas no que concerne a pedigree por um lado e verve pelo outro, nos comprovam a veracidade da frase de Einstein. E não, não me refiro à astrofísica.
Muitas vezes dou por mim a pensar que muitos deles sofrem de verdadeiros problemas psíquicos (e esta deve ter sido a única frase séria de todo este texto).

A respeito do trabalho infantil a defesa que António Costa Amaral (AA) do Arte da Fuga se lembrou de usar foi uma citação de Frédéric Bastiat (em inglês, bien sûr) que eventualmente poderá ter tido alguma relevância nos idos de 48 (do século XIX) - poderá ser que houvesse muitos socialistas católicos na França da década de 40 (do séxulo XIX). Mas vamos então ver o que nos dizia o Monsieur Bastiat - no século XIX.
We object to a state religion. Then the socialists say that we want no religion at all. We object to a state-enforced equality.

Contexto: estamos a falar de alguém que, se não estou em erro, é militante do CDS. E está a dizê-lo a alguém que participa num movimento liberal que defende o laicismo.
Mas a parte mais interessante de tudo, é quando nos pomos a imaginar esses grandes papistas e ratos de sacristia que são o Louçã, o Jerónimo ou o Mário Soares a vituperar ardentemente o jacobinismo anticlericalista radical do CDS.
Não dá mesmo - foi impossível não me rir.

AA, já o pude verificar por mais de uma vez, segue um caminho extremamente simples. Tudo aquilo de que ele não gosta, é socialista. Embora isto possa parecer bizarro para qualquer outra pessoa, para AA simplifica certamente a vida, reduzindo assim o número de adjectivos de feição negativa que possa ter de usar. É muito prático:
- Eh pá favas com chouriço é mesmo socialista!
- A minha namorada deixou-me. Socialista dum raio!
- Fui comprar um carro novo. O anterior já estava um bocadinho socialista.

2 comentários:

Tárique disse...

A mim faz-me confusão é como é que há quem tenha a paciência santa (ou falta de amor pelo tempo) para discutir o que quer que seja com essa gente ...

Miguel Madeira disse...

O Adolfo Moreira Nunes é militante do CDS. Nunca li nada do António Costa Amaral indicado que também o seja.