quinta-feira, 28 de junho de 2007

No Abrupto

Isto vai acabar mal

uma maneira muito simples de acabar de imediato com a polémica sobre o referendo que, pelos vistos, incomoda tanta gente - é pura e simplesmente dizer qualquer coisa como isto : "sem dúvida que o tratado que estamos a negociar é importante para Portugal e para a Europa, pelo que em Portugal haverá um referendo, conforme o compromisso que já tinhamos tomado".
---
Será que é por isso que o Primeiro-ministro não quer que se fale do assunto e nos ameaça de sermos antipatriotas? Será que toda esta nomenclatura de "tratado reduzido", " tratado reformador" e outras formas de deitar poeira nos olhos das pessoas, tem apenas como objectivo fazer passar por cima da vontade de muitos povos as soluções da Constituição Europeia depois destas terem sido reprovadas nos "nãos"?

1 comentário:

Bianca Castafiore disse...

É... mas as polémicas entretêm o povo, e assim as pessoas sentem-se participantes mesmo sem ninguém lhes perguntar nem lhes ligar nada.
A mim parece-me a versão post-moderna de pane et circenses.